zeldagames.info
BAIXAR MOBI
 

DJ SEMIH - SWEET DREAMS BAIXAR

zeldagames.info  /   DJ SEMIH - SWEET DREAMS BAIXAR
postado por Elke

DJ SEMIH - SWEET DREAMS BAIXAR

| Música

    BAIXAR DJ SEMIH - SWEET DREAMS - Brother Charlie - Deixa ela desfilar. You can experience an excellent accommodation thanks to amazing view of. Baixar Sweet Dreams Dj Semih Mp3 Grtis. Ouvir diretamente antes de baixar o arquivo MP3 Sweet Dreams Dj Semih, tamanho do arquivo 5. 90 MB, Baixe fcil e . Clique agora para baixar e ouvir grátis SWEET DREAMS - REMIX - ELETRONICA PRA PAREDÃO - DJ TODDYNHO postado por DJ.

    Nome: dj semih - sweet dreams
    Formato:ZIP-Arquivar
    Sistemas operacionais: Android. iOS. MacOS. Windows XP/7/10.
    Licença:Grátis (* Para uso pessoal)
    Tamanho do arquivo:19.62 MB


    BAIXAR - SWEET DJ SEMIH DREAMS

    But there will be a new world. Todos, no lme, regressam a casa, a essa Austrlia que os viu nascer e que os lanou no cinema mundial. It takes about 4 minutes to walk down the hill to Caspar Beach. A flamboyant and somewhat mythical era that has captured cinema-goers imagination. We have shops, restaurants, antique stores, and a Saloon that was built in Continental Breakfast including Greek yogurt, homemade granola, English muffins, bagels,jelly and jam, coffee and tea is provided each day in the dining room. Uma histria e tanto! Como chegaram ao que foram ningum sabe, apesar de se lanarem muitas pistas sociais e psicanalticas. Jorge Leito Ramos, in Expresso, 13 de Dezembro de Please note that Elim Grove Cottage can sleep up to 3 people including the twin sofa bed. Imagina que um caso como este benecia a minha reputao prossional? A Amrica na encruzilhada, mas mais do que isso, ns todos na mesma encruzilhada. Você deve ter este site em sua lista de favoritos, se você gosta de baixar. Quando a coisa no tem graa, eles inventam-na. Ele tornouse um dos muulmanos mais importantes do sculo XX, primeiramente como conselheiro na corte real da Arbia Saudita, e mais tarde traduzindo o Coro para Ingls. Multiple hiking areas nearby. My neighborhood is pleasantly located in a quiet, safe area. Two private entrances, washer and dryer out the backdoor. Viata ca sultan baixar zippy adi Viata ca o teapa pdf File size You will feel nice things with Bosporus view on the balcony.

    Baixar Sweet Dreams Dj Semih Mp3 Grtis. Ouvir diretamente antes de baixar o arquivo MP3 Sweet Dreams Dj Semih, tamanho do arquivo 5. 90 MB, Baixe fcil e . Clique agora para baixar e ouvir grátis SWEET DREAMS - REMIX - ELETRONICA PRA PAREDÃO - DJ TODDYNHO postado por DJ. DJ SEMIH - SWEET DREAMS BAIXAR - Özgür was really helpful and hospitable, he told us everything about nearest places and answered all questions quickly. Download grátis da música Eurythmics - Sweet Dreams (Remix) baixar musicas remixadas e remix mp3. DJ SEMIH - SWEET DREAMS BAIXAR - It is 5 min. In the terrace, amazing view is reasy for relaxing time! We felt very welcome and had.

    Anthony El Mejor Vs. Defreight — Space Police Original Mix Gryffin Ft. Sia Ft. Eva Simons Feat. Sidney Samson Vs. Landmark — Dirtyside Original Mix Tommy Bones — Aisha Original Mix Khrebto — Mr. Noise Original Mix Stavros — Weekend Original Mix Stavros — Ping Pong Original Mix Jan Hinke — 5Uur38mix Vol. Nevy — Come Closer Extended Mix The Chainsmokers Feat.

    Daya Vs. Sigma Feat. Rita Ora — Coming Home Tom Enzy Ft. Knowkontrol — Take Me Original Mix Jay Hardway — Electric Elephants Sidney Samson — Bludfire Mike Candys Feat. Time Square Feat. Xavier Rudd — Follow The Sun Riton Feat. Duke Dumont — Ocean Drive Toby Green — Everytime Original Mix Maan — Perfect World Klaas — Genesis Extended Mix Rozes — Roses O realizador segue os seus passos em vias de desaparecimento, que conduzem do deserto rabe at ao Ground Zero.

    The desert fascinates him, and Islam became his new spiritual home. He left his Jewish roots behind, converted to Islam and changed his name to Muhammad Asad.

    He became one of the most important Muslims of the 20th century, first as an advisor at the royal court of Saudi Arabia, and later translating the Koran into English.

    Asad was also a co-founder of Pakistan and its ambassador to the UN. The director follows his fading footsteps, leading from the Arabian Desert to Ground Zero. Sinopse: O internacionalmente aclamado dramaturgo John OKeefe adaptou o poema de Walt Whitman numa realizao primorosa, equilibrando uma recitao directa e uma interpretao imaginativa, captando a grandeza de esprito e a msica das palavras de Whitman. Synopsis: Internationally acclaimed playwrights John OKeefe has adapted Walt Whitmans poem into a dramatic tour de force poised between a straight recitation and an imaginative interpretation, capturing the spirit grandeur and music of Whitman words.

    Sinopse: Cntico Negro procura transpor em imagem o poema homnimo de Jos Rgio. No se trata de uma adaptao nem impe uma interpretao ao espectador; pelo contrrio, Cntico Negro tenta abrir portas a novas interpretaes e a novas leituras a este poema. Synopsis: Dark Hymn tries to transpose into image the homonymous poem by Jos Rgio. It is not an adaptation neither it imposes an interpretation to the spectator, by the contrary, Dark Hymn tries to open doors to new interpretations and new readings of this poem.

    Sinopse: Vigo. Cinco mulheres juntam-se para formar um clube. Este pequeno grupo insignicante aos olhos dos outros converte-se numa unio de mulheres muito diferentes entre si.

    Atravs das suas reunies elas despem-se dos seus medos e angstias provocados por uma sociedade machista. Este grupo d-lhes fora para lutarem por uma mudana individual nas suas vidas. Homens de diferentes classes sociais so vtimas das armadilhas delas. Estas armadilhas chegam cada vez mais longe e so cada vez mais fortes. Vingana, reivindicao e justia. Porque uma revoluo e isso no se pode parar Synopsis: Vigo. Five women joined up to form a club. This small group insignificant in the eyes of others becomes a union of women very different.

    Through their meetings they will strip their fears and anxieties caused by a sexist society. This group gives them strength to fight for individual change in their lives.

    Men from different social classes suffer from the pitfalls of them. These traps come increasingly far and are growing stronger. Revenge, justice Why a revolution and that we can not stop Sinopse: Peter Mcshade um hitman. No decorrer de um contrato para assassinar um homem em Marrocos, as coisas correm mal e Peter mata o sobrinho de um chefe da ma nova-iorquina. Peter volta a Lisboa com um novo contrato, matar um chefe da ma com o controlo de toda a zona da Pennsula Ibrica.

    Atravs de vrias peripcias somos atrados para o universo de um assassino prossional, um sub mundo repleto de aco e erotismo que no vai deixar ningum indiferente. Synopsis: Peter Mcshade is a hitman. During a contract to kill a man in Morocco, things go wrong and Peter kills the nephew of a mafia boss of New York. Peter returns to Lisbon with a new contract, killing a leader of the mafia who controls the whole area of the Iberian Peninsula. Through various adventures we are attracted to the world of a hitman, an underworld full of action and eroticism that will not leave anyone indifferent.

    Sinopse: Denise lanou o seu programa Discorama em Denise Glaser tornou-se a rainha das entrevistas. O lme descreve o destino de Denise Glaser e de muitos dos envolvidos no Discorama, procurando dar as suas imagens, ao mesmo tempo sosticadas e populares. Synopsis: Denise launched her programme Discorama in Denise Glaser became the queen of interviewing. The film sketches the destiny of Denise Glaser and of many of those involved in Discorama, while attempting to be in their image, at once sophisticated and popular.

    Sinopse: No mundo surreal da Albnia comunista de , muitos milhares de famlias foram separadas fora pelo regime totalitrio de Enver Hodha. Divrcio ao Estilo Albans narra a histria dessas famlias, e dos membros do partido e ociais da polcia secreta que mudaram as suas vidas para sempre.

    - DREAMS BAIXAR SEMIH DJ SWEET

    Synopsis: In the surreal world of s communist Albania, many thousands of families were forcibly separated by the totalitarian regime of Enver Hodha. Divorce Albanian Style tells the story of these families, and of the apparatchiks and officers of the secret police who changed their lives forever.

    DJ SEMIH – SWEET DREAMS BAIXAR

    Sinopse: Fernando Lopes-Graa, a sua obra musical e literria, a sua personalidade e os tempos da resistncia. Synopsis: Fernando Lopes-Graa, his musical and literary work, his personality and the times of the resistance. Sinopse: Slvia e Arlequim esto apaixonados, mas o Prncipe quer casar com Slvia e rapta-a.

    Com a ajuda de Flamnia, planeia seduzi-la e faz-la esquecer Arlequim, antes de o dia chegar ao m. Synopsis: Silvia and Harlequin are in love, but the Prince wants to marry Silvia and kidnaps her.

    With the help of Flaminia, he plans to seduce her and make her forget Harlequin before the end of the day. Sinopse: Godard, Amor e Poesia O romance de um perodo de tempo muito especial na carreira de um realizador muito especial. A extravagante e um pouco mtica era que conquistou a imaginao dos frequentadores das salas de cinema. Os cartazes e fotos desses tempos ainda hoje so vistos em dezenas de postais nas lojas de Paris. Synopsis: Godard, Love and Poetry a title that is a novel in itself.

    The novel of a very special period of time in the career of a very special director. A flamboyant and somewhat mythical era that has captured cinema-goers imagination.

    The posters and pictures reminiscent of these years are still to be seen on dozens of postcards in the shops in Paris. Sinopse: Grandes Livros uma srie de 12 documentrios, com 50 minutos cada, narrados por Diogo Infante. O conceito assenta na anlise da obra mais emblemtica de um escritor, neste caso Os Maias, de Ea de Queirs, a estria, o contexto histrico, a importncia que tem, a histria do autor. Synopsis: Grandes Livros is a series of 12 documentaries, of 50 minutes each, narrated by Diogo Infante.

    The concept is based on the analysis of the most emblematic work of a writer, in this case Os Mias, by Ea de Queirs: the story, the historical context, the importance it has, the story of the author.

    Sinopse: Francisco Jos Viegas visita as bibliotecas de personalidades conhecidas e conversa sobre os livros Cerca de 15 programas, todos eles em casa das pessoas, junto dos seus livros, das suas estantes, das suas memrias.

    About 15 documentaries, all of them shoot at their own homes, by their books, their bookshelves and their memories. Sinopse: Uma pessoa partilha uma histria consigo. Uma viagem atravs de contos, fantasia, medo, amor e risos. Synopsis: A person shares a story with you. A journey through tales, fantasy, fear, love and laughter. Sinopse: A inuncia de Hitchcock na Nouvelle Vague francesa. A politica de autores, a redescoberta de Hitch e os jovens cineastas dos Cahiers du Cinema.

    A teoria e a prtica do cinema, em nais da dcada de Synopsis: The influence of Hitchcock on the French Nouvelle vague. The authors politic , the rediscovery of Hitch and young people moviemakers of Cahiers du Cinema. The theory and practice of the cinema in the late s. Sinopse: O processo do desertor sovitico Vitor Kravchenko contra o semanrio comunista francs, Les Lettres Franaises, tornou-se o julgamento do sculo.

    Kravchenko chamou testemunhas que falaram pela primeira vez sobre a fome na Ucrnia, as purgas e, 15 anos antes Solshenitsyn, o inferno do Gulag sovitico. O jornal apoiado por Moscovo chamou testemunhas e intelectuais, que durante a batalha judicial, negaram ferozmente as provas.

    Durante trs meses o tribunal foi um teatro de guerra-fria: o Gulag versus ideologia. Quais so os mecanismos insidiosos que conseguem forar as pessoas a manterem-se cegas verdade? Synopsis: Soviet defector Vitor Kravchenkos libel suit against the French communist weekly, Les Lettres franaise, became the trail of the century.

    Kravchenko called on witnesses who spoke for the first time about the famine in Ukraine, the purges, and 15 years before Solshenitsyn, the hell of the Soviet gulag. The Moscow-supported paper brought in witnesses and intellectuals, who in battle order, fiercely denied the evidence.

    For three months the courtroom was a theatre of cold war: the gulag vs. What insidious mechanisms force one to remain blind to the truth? Marechal Gomes da Costa, 37 - Lisboa; Alberto. Mais do que uma biograa, este documentrio pretende dar a conhecer ao grande pblico os momentos decisivos da vida de um homem que aos cinquenta e trs anos ainda no era escritor.

    More than a biography, this documentary aims to present to the public the decisive moments in the life of a man who at fifty-three was not yet a writer. Sinopse: O excelente cantor Max Lorenz era o tenor favorito de Hitler. Mas ele era casado com uma judia e era tambm homossexual. A biograa deste notvel intrprete de Wagner est intimamente ligada histria de Haus Wahnfried em Beirute. Seguindo a sua carreira ca-se a conhecer um perodo muito inconstante da histria recente, da perspectiva de uma ambivalente personalidade artstica.

    Synopsis: The outstanding singer Max Lorenz was Hitlers favourite tenor. But he was married to a Jewess and he was also homosexual. The biography of this outstanding Wagner singer is closely bound up with the story of Haus Wahnfried in Bayreuth. Tracing his career involves contemplating a highly volatile period in recent history from the perspective of an ambivalent artistic personality.

    Labarthe, Lo Fortel. Sinopse: O Mistrio segundo C. Synopsis: The Mystery according to C. Sinopse: Combinando entrevistas a cineastas, actores, amigos e parentes de Jean-Pierre Melville, com lmagens inditas de arquivo e excertos de lmes, Code Name: Melville mostra como o trabalho do realizador foi inuenciado pela sua experincia durante a II Guerra Mundial, e como estruturou toda sua abordagem ao cinema, a sua temtica e sua esttica.

    Synopsis: Combining interviews of filmmakers, actors, friends and relative of Jean-Pierre Melville, with rare archival footage and film extracts, Code Name: Melville shows how the director works were impacted by his experience during World War II, and how it structured his whole approach to cinema, its thematic and its aesthetics. Sinopse: O tema do lme pode ser considerado a investigao do Bolero mistrio: como que um trabalho que aparenta ser to simples se torna o maior sucesso do repertrio da msica clssica, repleto de musicalidade profana, mas tambm admirada pelos mais exigentes tericos musicais.

    Synopsis: The theme of the film could said to be the investigation of the Bolero mystery: how a work which is so simple in appearance became the greatest success of the classical music repertoire, hummed by the musically profane, but also admire by the most demanding musical theorists.

    Sinopse: John est a ver televiso, fazendo zapping. De repente, um rosto na TV comea a falar com ele. Embora ele no entenda onde a pessoa da TV quer chegar, ele sabe que se passa algo errado. Synopsis: Johns watching TV, zapping through the channels. Suddenly, a face in the TV starts talking to him. Though he doesnt understand what the guy on TV is getting at, he knows theres something wrong.

    A inocente Ins cativa Ferrante com sua seriedade e com a pureza dos seus sentimentos. Mas, apesar disso, o velho rei tem de se conformar em sacricar os dois amantes e sua paixo, para bem do Estado. He doesnt know that Don Pedro has already wedded Dona Ins de Castro in secret and that she is carrying his child. Candid Ins captivates Ferrante with her earnestness and the purity of her feelings. But the old king must nevertheless resign himself to sacrifice the two lovers and their passion for the sake of the state.

    Sinopse: Re Lectures pour tous pode tambm ser lido como Relectures pour tous. No um jogo de palavras, mas antes um programa acerca de um programa, um dos mais prestigiados, num tempo em que a televiso tinha pouco que oferecer. Consistia numa conversa entre Pierre Dumayet e um escritor, seguida de uma conversa entre Pierre Desgraupes e um escritor e, por m, uma crnica de Max-Pol Fouchet sobre as suas leituras.

    Robert Bober seleccionou trinta programas. Depois lmou durante 58 minutos Pierre Dumayet a v-los e as suas reaces. Synopsis: Re Lectures pour tous may also be read as Relectures pour tous. It is not a quibble, but rather a film concerning a tvshow, one of the most prestigious, in a time when television had little to offer. It included a conversation between Pierre Dumayet and a writer, followed by a conversation between Pierre Desgraupes and a writer and, at the end, a column by Max-Pol Fouchet on what he was currently reading.

    Robert Bober selected 30 shows. Then he shoot for 58 minutes Pierre Dumayet watching those images and the way he reacted to it. Sinopse: Uma biograa de Eugne Ionesco, o grande escritor de origem romena e de cultura francesa, o dramaturgo que criou o teatro do Absurdo e cujas peas so representadas em Paris h cinquenta anos, sem interrupo, no teatro de la Huchette.

    Este destino, tinha-o ele pressentido, ao escrever no seu dirio, aos 16 anos, Serei um dos maiores escritores da histria do mundo.

    Synopsis: A biography of Eugne Ionesco, the great writer of Romanian origin and French culture, the playwright who created the theatre of the Absurd and whose plays have been played in the theatre of la Huchette, in Paris, for the last fifty years, without a break.

    He had perceived this outcome, when he wrote, in his diary, when he was 16 years old, I will be one of the greatest writers in the history of the world. Sinopse: Para Pierre Dumayet a questo da leitura pareceu ento mais importante do que a questo do livro. E concluiu : preciso saber e mostrar como que os livros so lidos. Da a ideia de dar a ler o mesmo livro a cinco ou seis pessoas.

    Os leitores apropriavam-se do livro, cada um sua maneira. Conhecer uma personagem num livro, um pouco como conhecer algum na vida real. Com Lectures pour tous, Dumayet ouvia aquele que tinha escrito. Com Lire cest vivre Ler Viver , ele ouvia aqueles que o tinham lido. Synopsis: For Pierre Dumayet the question of reading therefore appeared more important than the issue of the book.

    And he concluded: We need to know and show how the books are read. And he thought of giving the book to five or six people to read it. The readers got in possession of the book, each in his own way.

    Getting to know a character in a book, is like getting to know somebody in real life. In Lectures pour tous, Dumayet listened to the one who had written. In Lire cest vivre, he listened to the one that had read it. Sinopse: Paris. Junho de Vencendo os seus medos, Marguerite Duras dirige-se ao escritrio da Gestapo tentando descobrir o que se passa com o seu marido.

    Neste lugar sinistro ela conhece o homem que o prendeu. Durante seis semanas, at a liberao de Paris, eles vo encontrar-se todos os dias Synopsis: Paris. June Overcoming her fears, Marguerite Duras goes directly to the Gestapos Office trying to hear from her husband. In this sinister place she meets the man who arrested him. For six weeks until the liberation of Paris, they will meet every day with death at the end of the road. Sinopse: Por ocasio do centenrio do nascimento de Simone de Beauvoir Janeiro , Dominique Gros prope a discusso da personalidade da romancista, lsofa, mas tambm poltica e activista feminista.

    O lme vai ao encontro desta mulher, em toda a sua riqueza e complexidade, luz de uma poca cheia de mudanas. A dupla que ela formou com o jovem Jean-Paul Sartre foi um pilar para a vida literria e poltica nos anos a Synopsis: On the occasion of the centenary of the birth of Simone de Beauvoir January, , Dominique Gros proposes to discuss the personality of both the novelist and the philosopher, but also the political activist and the feminist.

    The film reveals this woman, in all her richness and complexity, under the light of an era full of changes. The duo she formed with young Jean-Paul Sartre has been a support of the literary and politic life in the years to Sinopse: Numa tranquila cidade onde os habitantes vem o tempo passear, amarrados a hbitos, crenas ou talvez supersties inocentes, uma rapariga experimenta, a partir do seu encontro com uma senhora desconhecida, a dor de crescer bruscamente, descobrindo a realidade do mundo dos adultos.

    Synopsis: In a calm town where the inhabitants see the time pass by, tied to costumes, believes or perhaps innocent superstitions, a girl experiments from her encounter with a strange lady, the pain to grow suddenly discovering the reality of the world of the adults. Sinopse: Vida e obra de Laura Soveral, uma das grandes actrizes portuguesas das ltimas dcadas, com um percurso muito particular tanto do teatro como no cinema, onde avultam interpretaes marcantes, como a sua em Uma Abelha na Chuva.

    Synopsis: The life and work of Laura Soveral, one of the last decades major Portuguese actresses, with a very significant career, both in the theatre as in the cinema, where we can highlight some remarkable interpretations, such as in Uma Abelha na Chuva. Ttulo original: Humberto Delgado: Obviamente Demito-o! Ttulo em ingls: Humberto Delgado: Obviamente Demito-o! Marechal Gomes da Costa n 37, joo. Marechal Gomes da Costa n 37, ou Lauro Antnio laproducine gmail.

    Sinopse: No dia 10 de Maio de comemoraram-se 50 anos sobre o incio da campanha para as eleies de , protagonizada pelos candidatos da oposio, General Humberto Delgado, e da Unio Nacional, Almirante Amrico Thomaz. Evocando e reavivando no s os tempos do Estado Novo e da ditadura de Oliveira Salazar, numa anlise crtica actual e despreconceituosa, como sobretudo a personalidade vulcnica e vibrante do General sem Medo, como cou conhecido na Histria, este documentrio recorda um perodo particularmente quente e signicativo da luta poltica que ter marcado toda a Histria da segunda metade do sculo XX em Portugal.

    Sinopse: A vida e a carreira de Maria do Cu Guerra, uma das maiores actrizes e encenadoras portuguesas. Synopsis: The life and career of Maria do Cu Guerra, one of the greatest Portuguese actresses and director. Quando os seus lmes se estreiam, por exemplo em Portugal, as primeiras opinies so francamente desfavorveis, depois com o passar do tempo e com as opinies do comum dos espectadores que transformam os seus lmes em obras de culto, muitos do a mo palmatria, do o dito por no dito, e aclamam os lanamentos em DVD, e outras coisas tais.

    Como j perceberam, gosto muito do lme, ainda que no o considere uma obraprima mas que importa isso? Ora j convm saber o que me leva a gostar do lme, porque gostar s por gostar no interessa muito a no ser numa perspectiva pessoal.

    Vamos ver se consigo colocar aqui as principais razes. A primeira, porque se trata de um lme que gosta de contar histrias, que vive de contar histrias, o que se percebe logo desde o incio quando uma criana aborgene australiana explica o que o mgico seu av lhe confessou: O mais importante do mundo contar histrias, porque ao contar histrias estamos a perpetuar a nossa Histria.

    Esta perspectiva de contar histrias, que comeou por ser oral, passou escrita e ao papel, e agora progride nas imagens e nos sons, algo de fabuloso que urge preservar. Contar histrias pode ser tanta coisa, mas sobretudo dialogar, ofertar saber, imaginao, e transformar o homem num ser culto.

    A cultura alimenta-se de histrias. Um lme que gosta de personagens que contam histrias um lme que gosta de contar histrias, para um pblico que goste de ouvir histrias. A seguir vem a histria que Baz Luhrmann quer contar, o que pode ser observado sob vrios pontos de vista. Mas h um que sobressai sobre todos os outros: Baz Luhrmann australiano e ama a sua terra, a cor da paisagem, o p dessa terra vermelha, ensanguentada, os pores-do-sol, a gua que jorra em cascatas innitas, as montanhas rasgadas a pique sobre desladeiros ou plancies, ama as vacas e os cavalos selvagens, ama a vida livre e selvagem, ama os mgicos que se sustentam do alto das montanhas s sobre um p, ama as crianas que acreditam nos poderes sobrenaturais, ama os actores e os tcnicos do seu pas o lme quase integralmente criado por um elenco e uma equipa tcnica australiana e consegue transmitir-nos esse enorme amor a uma terra, uma cultura, uma histria, uma realidade presente que se torna presente atravs de uma histria do passado recente.

    F-lo no de forma pretensiosa, mas com uma sinceridade que surpreende. Nada no lme soa a falso, nada faz lembrar um frete de encomenda apesar do governo da Austrlia, ao que se sabe, ter subsidiado em grande o lme, para fazer dele um carto de visitas condigno. Aos seus lhos e aos lhos de todo o mundo que olham esta gesta e se devem sentir ufanos no s de serem australianos, mas humanos. Porque esta tambm uma histria sobre a grandeza do homem.

    De um homem que para ser grande tem de ultrapassar barreiras ignbeis criadas pelo prprio homem. Essa j uma outra parte da histria. Sarah Ashley Nicole. Kidman , uma aristocrata inglesa, cujo marido se encontra na Austrlia, criando gado e preparando-se para o vender ao exrcito, resolve viajar at Darwin, a cidade mais prxima de Faraway Downs, uma quinta de criao de cavalos e vacas, com terras a perder de vista, no norte do continente.

    No o marido que a recebe, mas o condutor de gado, Drover Hugh Jackman. Sarah e Drover no simpatizam desde logo um com o outro, Sarah vem para esta terra inspita carregada de malas, de preconceitos e de ideias estabelecidas julga que o marido a trocou por alguma aborgene , mas lentamente descobre vrias realidades encobertas, a primeira das quais que o senhor Ashley acabara de ser assassinado, que ela se encontra viva numa terra estranha, que dirigir Faraway Downs vai ser matria dura de roer, que existe nessa fazenda um mido, Nullah Brandon Walters , rfo, que no preto nem branco e foge das autoridades que o querem aprisionar e tornar escravo, por quem se vai tomar de amores.

    Escusado ser dizer que por outros amores se tomar pelo condutor de gado. Mas antes h que referir a existncia de um cruel e desapiedado administrador da quinta, Neil Fletcher David Wenham e o tenebroso latifundirio e proprietrio de gado, King Carney Bryan Brown , que no quer concorrentes neste campo e tudo faz para afastar Sarah e Faraway Downs do seu caminho. Mas quanto mais a enxotam, mais Sarah parece interessada em levar a sua avante, ou no fosse ela uma continuao das mulheres abnegadas e de rija tmpera que tm em Scarlett OHara modelo, tal como Austrlia tem como paradigma E Tudo o Vento Levou para l de outras epopeias de um David Lean, por exemplo , e Faraway Downs recorda Tara.

    As semelhanas vo mais longe. Vejam-se as heronas: uma sai da Irlanda para a Amrica, jovem nao, que. Uma mulher de rendas, vinda do velho continente, que surpreende dentro de si as foras necessrias para levar a sua tarefa at ao m, um condutor de gado que no aceita amarras nem conluios, uma criana que gosta de ouvir histrias, e volta de tudo isto, exploradores de gado gananciosos, assassinos a soldo, padres vendidos, misses transformadas em bases de recrutamento de mo de obra escrava, preconceitos de raa, de sexo e de casta nanceira, brancos, pretos e nem uma coisa nem outra, aborgenes que lentamente foram sendo dizimados, e a II Guerra Mundial a estoirar no centro das suas vidas.

    Uma histria e tanto! Mas o mais curioso que Baz Luhrmann no pega na histria de uma forma realista. O que faz precisamente recolher os esteretipos destas histrias melodramticas e coser um puzzle onde tudo se apresenta conforme a conveno, para depois se reconduzir ao seu lugar mais realista.

    A inglesa num novo continente surge em Darwin carregada de malas azuis, de roupa interior rendada, de saltos altos, tremelicando ao andar nas ruas de terra batida, tal como a lenda diria que o que fora, assim acontecera. O condutor de gado anda zaragata num bar como nos bons velhos tempos do Oeste, sozinho contra todos e acabando por vencer. O mido salvo de ser espezinhado por uma manada de mil e quinhentas vacas por aco mgica.

    E, no entanto, pelo poder de contar uma histria, ali estamos ns, comovidos e absortos, a rir intimamente com os esteretipos e a chorar por fora, que bem se ouviam os soluos na sala e os lenos amarfanhados nas mos.

    Romntico at dizer chega o par em contraluz numa baa de sonho, noite, com as luzes da cidade a reectirem-se na gua , melodramtico at s lgrimas o reencontro nal no deixa ningum indiferente , bem intencionado at medula com a defesa dos fracos e dos oprimidos, dos negros e dos aborgenes, das mulheres e das crianas, e da liberdade do mundo , Austrlia consegue ser tudo isso de uma forma to galvanizante que, partindo da mentira do espectculo que todos descobrem ser falso, acaba por atingir a verdade.

    A verdade dos travellings de Baz Luhrmann sobrevoando aquela terra mgica com uma beleza selvagem e pura. A verdade de um elenco extremamente bem dirigido, onde os momentos mticos, na linha do mais puro cinema clssico americano, surgem fulgurantes deixemos de lado a presena de Nicole Kidman, que j conhecemos, e que se mantm igual a si prpria, ou seja excelente sob todos os pontos de vista, e atentemos nas aparies do novo sex symbol do cinema, Hugh Jackman, que so escolhidas a preceito: toma banho para valorizar o tronco, numa cena certamente das mais picas para o pblico feminino e algum masculino; surge de sbito no cimo de uma escadaria, em impoluto fato branco, deslumbrando pelo inesperado; embrenhando-se nalguns dos beijos mais sensuais do cinema dos ltimos anos; etc.

    Depois temos a referncia constante a O Feiticeiro de Oz, ao seu universo mgico, e ao prazer inesquecvel de regressar a casa, depois da aventura e da tormenta. Todos, no lme, regressam a casa, a essa Austrlia que os viu nascer e que os lanou no cinema mundial. Agora regressam agradecidos. Talvez um pouco excessivamente longo, talvez um pouco desequilibrado, talvez um pouco sei l, no uma obra-prima perfeita, mas um daqueles lmes que d um prazer danado ver. Por isso o cinema grande.

    O conceito a dualidade de potencialidades que existe no interior de cada ser humano, e que podem ser desenvolvidas para o Bem ou para o Mal, o que se exemplica de forma bem concreta na personagem de Harvey Dent Aaron Eckhart , mais tarde tambm chamado precisamenteTwo-Face, e que deita sorte a morte ou a sobrevivncia de quem consigo se cruza atirando uma moeda ao ar, uma cara clara ou uma coroa bem escura.

    SEMIH BAIXAR SWEET DJ - DREAMS

    Goyer, segundo lendrias personagens criadas por Bob Kane, na clebre banda desenhada, o Homem tem dentro de si a capacidade de escolher o seu caminho, investindo no Bem ou acometendo o Mal, consoante o seu desgnio.

    Mas este desgnio pregurado no lme por dois smbolos igualmente muito signicativos enquanto tal: Batman Christian Bale e Joker Heath Ledger.

    O Bem sabe-se que se chama, na realidade, Bruce Wayne, que tem uma dupla existncia, sendo por vezes o misterioso Batman, que milionrio e se serve da sua riqueza no s para lutar contra o crime, como para socorrer quem precisa. Do Mal, nada se sabe. O Joker , efectivamente, um enigma, como enigma so todos os grandes monstros da histria humana. Como chegaram ao que foram ningum sabe, apesar de se lanarem muitas pistas sociais e psicanalticas.

    O Mal existe, est a, o Joker neste lme. Um Mal terrvel, que no se preocupa com a acumulao do dinheiro ou a conquista do poder,. So as modernas Tentaes de Santo Anto, onde as provocaes do Mal existem apenas como forma de corromper o Homem, a sociedade e, sobretudo, o Bem. O Joker no tem qualquer to concreto na extenso do Mal a no ser precisamente isso, expandir o Mal.

    O seu olhar no repousa tranquilamente sobre as vtimas, vagueia no espao, fala de forma capciosa para algum, mas olha em redor em busca de nova vtima, quer multiplicar os pecadores, ampliar o horror, criar o caos total, sem intuitos pr-denidos, apenas porque o caos assim, sem princpio nem m, sem arrumao possvel, imprevisvel e absurdo, tal qual a genial criao de Heath Ledger.

    Se Batman arrumadinho e consciencioso, tem escritrio e guarda-fato electrnico para a sua mscara secreta, se tem a cincia que o ajuda que o aconselha sobretudo a ser moralmente irrepreensvel e no invadir a privacidade do cidado, coisa de somenos para a actual administrao Bush , se tem um mordomo que vela pela sua comodidade, se aceita passar por vilo, para que a polis sobreviva, se Batman a norma positiva da vida em sociedade, o Joker obviamente o seu contrrio, o triunfo do absurdo sob a forma de horror.

    Um horror que se estampa desde logo no seu rosto de um riso imposto, de boca riscada a lmina, com mltiplas explicaes, adaptadas a cada novo ouvinte. O Joker normalmente a carta do baralho que traz fortuna veja-se a ambiguidade do termo fortuna, que quer dizer sorte e riqueza, como se ambas se sobrepusessem. Aqui o Joker no anuncia nada de benigno, antes pelo contrrio. Em Gotham City, o crime vive ameaado por um promotor pblico que o quer erradicar da cidade e por um chefe da polcia que est igualmente disposto a no pactuar com a corrupo e o desmando.

    Batman o aliado de ambos a quem se recorre para impor ordem na desordem. Basta acender rumo ao cu o holofote que a comunidade j conhece para que o temor e o respeito pela justia desam sobre a cidade. O que leva a Ma a saturarse da situao que lhe deixa pouca margem de manobra.

    Aceita, por isso, os servios do Joker para restaurar a velha anarquia e impor de novo o caos. O Joker agradece. Nada lhe d mais prazer do que o Mal. Pratic-lo, sim, mas sobretudo difundi-lo, alargar horizontes, contaminar, perverter, ir ao hospital onde se encontra um doente especial e transformar o seu rosto de belo e justo cidado no estertor da morte.

    Assim seja. Um tal lme poderia passar por uma parbola simplista para incautos desprevenidos. Mero raciocnio falhado. Ao que se assiste a um dos melhores lmes do ano, alicerado num argumento escrito com inteligncia e intencionalidade, sem primarismos nem facilidades, sado de uma banda desenhada, cujo esprito respeita, mas a que confere uma maturidade e uma universalidade evidentes, e que consegue o feito indesmentvel de transmitir ao longo de toda a sua projeco um enorme mal estar, esse mal estar que se instalou h anos na sociedade norte-americana e que lentamente se vai estraticando numa psicose mals.

    O mundo atravessa uma crise profunda, mas essa crise ainda se sentir mais na sociedade norte-americana, dividida profundamente quanto ao que de mais essencial a democracia signica, o que se pode vericar inclusive pelos resultados das sondagens eleitorais.

    Sweet Dreams - Funk Remix - TumDumDum - Dj Pikeno - Balada G4

    Sem querer identicar de forma muito primria o Mal e o Bem com divises partidrias, o que se pode concluir que esta diviso em grande parte consequncia do 11 de Setembro, mas tambm do catastrco governo Bush, para l de outras causas de menor impacto est a gerar no subconsciente colectivo uma onda de insegurana, de pnico, de angstia, de inquietao que ningum pode ignorar, com as consequncias para o futuro dessa sociedade e do mundo que tambm ningum pode antever com preciso.

    Para recriar plasticamente este clima de ameaa latente, de beira de m de mundo, Christopher Nolan serve-se de uma direco artstica magnca, de uma excelente fotograa, de uma banda sonora impressionante, de uma partitura musical inspirada, de uma montagem que sabe criar o clima prprio, mas sobretudo de um conjunto de actores absolutamente invulgar. Christian Bale, Michael Caine, Gary Oldman, Morgan Freeman, Aaron Eckhart, Maggie Gyllenhaal, Eric Roberts e tantos outros mostram-se dignos uns dos outros, criando um elenco de luxo, onde ser justo destacar a cereja em cima do bolo, o malogrado Heath Ledger que demonstra aqui o seu enorme talento e a justeza da sua representao.

    Ser vilo muito mais fcil do que ser um honesto e cinzento cidado. Mas h viles e viles. Este de Heath Ledger no apenas mais uma gura pitoresca, uma mscara postia, um fato que se veste como se despe.

    Ele carrega de vida intensa uma personagem histrinica, coloca angstia no esgar que se pensa apenas sorridente, mas nunca se afasta da gura da tragdia. Ele transforma o Joker num smbolo de maldade imanente e absoluta que consegue alastrar a cada espectador e imbuir de pesadelos os nossos sonhos ao sair da sala de cinema. Se h actor que se liberta da lei da morte, aqui est um que se torna inesquecvel. Ele continuar a povoar de inquietao e de sardnico riso as ruas solitrias e nocturnas das grandes metrpoles.

    Weingartner; Companhias de produo: Warner Bros. Daley Center - 55 W. No a primeira vez que ambos se encontram. O resultado , em ambos os casos, muito interessante, mas quemo-nos por agora nestes Coraes que muita gente olha como destroos de uma sociedade onde impera a solido e a diculdade de comunicao o que uma realidade, at de um ponto de vista fsico: as relaes entre as pessoas so efectivamente dicultadas pela arquitectura, a decorao, o design modernos: divises de casas cortadas ao meio por paredes e tapumes, salas de trabalho com divisrias absurdas, balces de bares, etc.

    Ou seja: realmente a vida est organizada de uma forma algo asxiante, mas as pessoas no se entregam, no desistem, no fenecem sem luta, sem procura, sem por vezes uma discreta exigncia de felicidade que lhes traz momentos de alguma plenitude.

    Que preciso aproveitar. Prova de optimismo, num cineasta que foi dos precursores da Nouvelle vague, que nos deu algumas das obras-primas denitivas do Cinema Francs e que continua a olhar-nos e a olhar-se de forma crtica mas no totalmente desesperada.

    Antes com uma ironia de percurso desarmante veja-se o caso desse anjo libertador que durante o dia trabalha numa agncia de imobilirio e, noite, acalenta de forma no muito ortodoxa, por entre rezas e cabedais negros, a solido de desgraados beira da morte. Trs homens, trs mulheres perdidos ou achados? Na agncia onde trabalha tem como colega Charlotte Sabine Azma , doce companheira de horas mortas que leva o seu esprito de misso at ao ponto de emprestar semanalmente ao seu vizinho de secretria cassetes gravadas de piedosas emisses de um programa de TV, Estas canes que mudaram a minha vida, entrevistas e variedades de teor religioso que ela no dispensa, e que deixa entrever, aps o nal da gravao, cenas de sado-masoquismo altamente perturbadoras.

    Por seu turno, Thierry, vive com uma irm mais nova, Gaelle Isabelle Carr , mulher sedenta de amor, que procura concretizar atravs de encontros fortuitos em bares, onde espera pelo prncipe encantado com uma or na lapela. No bar de um hotel de Bercy, Lionel Pierre Arditi , barman e condente, ouve os sucessivos fracassos, prossionais e sentimentais, de Dan, recentemente afastado da carreira militar e separado de Nicole.

    Depois de deixar o trabalho no bar, Lionel regressa a casa, onde cuida do pai, Arthur, um velho acamado e irascvel. Charlotte quem funciona como elemento de ligao neste puzzle de coraes, solitrios caadores que a neve caindo sobre Paris irmana numa mesma imagem. Diga-se que esse efeito de montagem um dos trunfos desta obra discreta, amvel, elegante, quase secreta, sussurrada, que se aproxima muito de uma miniatura de extrema sensibilidade e pudor.

    Alis na linha de outras obras de Alain Resnais, como Sempre a mesma Cano, obra que mantm com Coraes curiosas anidades temticas e de construo. Excelentes actores franceses e no s! Ser curioso revelar um pormenor da direco de actores segundo Resnais.

    BAIXAR SWEET DJ DREAMS - SEMIH

    Para ele, os actores precisam de conhecer toda a vida anterior e futura do seu personagem. Assim, antes do incio da rodagem, cada actor recebeu, juntamente com o guio, um envelope lacrado, com um selo de condencial!

    Cada gura cria assim uma densidade de comportamento inesperada, muito embora pouco se saiba realmente de cada uma delas. Para muito boa gente, Este Pas No Para Velhos era apenas um grandioso e serssimo lme de uma violncia sem limites, sobre a violncia sem limites, esquecendo que os Coen so uns brincalhes, uns humoristas, por vezes muito negros, que, no que eu me lembre, nunca zeram um lme sem uma ponta de ironia e de sarcasmo.

    No est nos seus genes essa coisa de no se rirem, mesmo do que parece no ter graa nenhuma. Quando a coisa no tem graa, eles inventam-na. Uma vez por outra falham desastroso o remake de O Quinteto era de Cordas , mas quase sempre acertam. Umas vezes pode pender mais para o srio, outras mais para a galhofa, mas nunca anda o grave e o austero sem a sua quota de ironia, nem o humor sem a sua parcela de crtica inteligente e corrosiva.

    O que se passa em Burn After Reading um curioso equilbrio entre a crtica a uma certa e despudorada actual sociedade norte-americana e a stira a essa mesma sociedade, num lme em que todos os seus intervenientes se divertiram magnicamente, uns a escrever e realizar, outros a interpretar guras de uma imbecilidade total, todas elas ligadas a aspectos essenciais da actualidade ianque. H o agente da CIA, o inspector de nanas, a mdica, a escritora, os empregados de um ginsio, os directores da CIA, e ans.

    Estamos em Washington e por alguma razo os Coen escolheram a capital poltica do Pas , e esta gente toda, como num lme de Robert Altman, comea sem se conhecer entre si, mas, medida que a aco progride, os cordelinhos vo-se interligando.

    So todos frustrados e estpidos como as portas, andam todos engalnhados sexualmente uns com os outros e, no meio das indelidades que se cometem a toda a hora, vai girando um CD com dados aparentemente reservados de um agente da CIA que est a escrever as memrias e cuja mulher lhe rouba os segredos do PC, sobretudo para lhe escamotear as contas bancrias. Os segredos vo parar Embaixada da Rssia, em busca de uma boa recompensa que d para esticar as mamas e adelgaar o rabo e as pernas empregadota de meia idade do ginsio, que leva consigo, a reboque, um mais que idiota personal trainer do mesmo estabelecimento.

    No vale a pena imaginar a confuso, vale a pena mesmo ver in loco. O lme divertidssimo, interpretado com um humor irresistvel por um grupo de excelentes actores que no s trabalham bem, como gostam de se divertir grande e americana: Brad Pitt, quase irreconhecvel, com um humor de caricatura a roar Jerry Lewis, George Clooney, como sempre a parodiar-se a si prprio e imagem do garanho que se lhe colou, John Malkovich, mais louco do que alguma vez j aparecera, Frances McDormand, numa personagem to forte e convincente como a que interpretara em Fargo, Tilda Swinton, fria e distante, mas muito bem integrada no grupo, e ainda as breves aparies de J.

    Simmons, um dos chefes da CIA que no sabe nada de nada do que se passa na sua casa, so apenas os rostos principais de uma conspirao colectiva que aterrou nos EUA e nos oferece um retrato bem inquietante da Amrica de Bush.

    Esta era nitidamente a inteno dos Coen. Ainda por cima atravs de uma divertida pardia que nos remete para algumas das obsesses e traumas da sociedade actual, dos encontros marcados via chats da Internet mrbida dependncia das cirurgias plsticas. Tudo em nome de encontrar um grande amor, o que quase todos procuram, mas nenhum consegue. Aparelhos imaginosos para provocar mecanicamente o prazer, almofadas para melhor orientar as orgias ou corridas pedestres de oito quilmetros para manter o fsico so alguns artifcios vislumbrados, mas inecazes.

    De resto, nada disto parece ter importncia, nenhuma destas intrigas que provoca assassinatos e loucuras representa o que quer que seja, se vistas de longe, l de cima, do majestoso universo, como nos indicam os planos iniciais e nais de Burn After Reading.

    Quando a cmara se afasta rumo vastido do desconhecido, a imbecilidade dos homens dilui-se numa paisagem liliputiana. Os Coen informaram que com esta obra deram por terminada a sua trilogia dos idiotas os ttulos anteriores tinham sido, segundo eles, O Brother, Where Art Thou? A verdade que quase toda a lmograa destes irmos cineastas composta por lmes que no nos falam seno de idiotas em momentos de crise, que os levam a desbloquear situaes de uma violncia incontrolvel. Uns mais srios, outros mais parodiantes.

    Mas todos loucos. No uma obra-prima mas sabe muito bem. Narrava a histria de uma nave que descia Terra com um ser sob forma humana e um rob gigantesco que, em nome dos outros planetas habitados da nossa galxia, nos vinham avisar que o estado blico em que nos encontrvamos punha em risco a paz csmica. Em nome de todas as civilizaes extraterrestres, ele trazia um ultimato: ou acabvamos com o potencial mortfero ou seramos aniquilados.

    O enviado das estrelas - ou seria do prprio Deus? No incio dos anos 50, O Dia em que a Terra Parou era uma ta que contrariava a Guerra Fria, a obsesso dos militares na corrida aos armamentos e a histeria anticomunista que grassava na Amrica, ao mesmo tempo que abria uma enorme esperana e maravilha: no estvamos ss no Universo, a paz e a harmonia eram possveis.

    Tudo sem grandes efeitos especiais, pois os recursos da poca eram limitados e, alm disso, na sua essncia, tudo se passava mais na esfera dos sentimentos e da decifrao dos personagens que na dos meios espectaculares. North dotando-o de adaptaes aos nossos dias assim que, por exemplo, o problema dos humanos j no a guerra, mas a destruio do planeta, mudando o foco da ateno do espectador.

    E como, nos tempos que correm, lme de co cientca sem muitos efeitos especiais parece no fazer sentido, l os temos em grande escala, mostrando-nos, mais uma vez que, em matrias de grasmos gerados por computador, no h limites.

    Porque ser que, havendo meios tecnolgicos preciso us-los, mesmo que isso provoque estrondo onde deveria aparecer subtileza e inteligncia? Curioso: Wise ter pegado no lme dos anos 50 por no ter quinquilharia associada - era uma histria de gente. Meio sculo depois precisamente a quinquilharia que toma conta do ecr. Ao invs, o extraterrestre mal. No decorrer da aco do lme, muito pouco dessa especicidade aparece. Keanu Reeves fecha o rosto e parece um rob mas, como conhecemos o actor demasiado bem, o processo soa a falso.

    Jennifer Connelly muito bonita e o pequeno Jaden Smith obviamente querido - e mais no se lhes pede. Vale isto tudo para dizer que se houvesse por a a edio em DVD do lme de Wise se aconselharia aqui a sua aquisio. Mas no h. Serve tambm para dizer que o remake de Scott Derrickson negligencivel? No se ir to longe assim. Atendendo a que o cinema sobretudo um meio de entretenimento, a verdade que O Dia em que a Terra Parou bastante competente nessa funo e h de servir para ocupar alguns sbados tarde com um balde de pipocas - e sem pensar em nada de especial.

    Jorge Leito Ramos, in Expresso, 13 de Dezembro de Umas e outras querem no fundo signicar o mesmo: que o presente que se vive no exemplar e que, de uma forma ou outra, urge modicar as coisas para que a vida do Homem na Terra possa ser melhor o que anunciam as utopias, pelo lado positivo ou para que a vida na Terra no seja um pesadelo o que as antecipaes catastrcas prevem.

    O romance de Jos Saramago, Ensaio sobre a Cegueira do segundo tipo, podendo colocar-se ao lado de outras obras de antecipao como O Iltimo Homem sobre a Terra ou alguns romances e lmes de mortos-vivos, de Metrpolis ou de Blade Runner.

    Com algumas caractersticas a diferenci-lo, certamente. Enquanto quase todos os outros partem de antecipaes catastrostas de cunho popular, esta assume o seu lugar erudito. Todas querem dizer mais ou menos a mesma coisa: que, se no se arrepiar caminho, o futuro do Homem sombrio, mas em Saramago no h simbologias associadas a vampiros ou mortosvivos. Imagine-se que, um certo dia, uma epidemia de cegueira grassava entre os humanos. No numa cidade em particular ou pas em especial, mas na Terra, na Humanidade.

    Por isso o lme de Fernando Meirelles, rodado entre So Paulo Brasil e Montevideu Uruguai , no precisa nunca qual a cidade em que estamos, e procura reunir um pouco de todas as raas, dos brancos aos negros, dos latino-americanos aos japoneses. A parbola diz respeito Terra na sua globalidade, e Humanidade.

    Se atentarmos melhor no discurso, percebe-se que se dirige a aspectos que constituem a essncia do ser humano, no que este tem de pior: a necessidade de poder, a avidez, a tendncia endmica para a maldade, a perversidade, a cupidez. Quando todos cam cegos, h logo quem se imponha, se auto nomeie Rei e submeta pela fora os restantes, ou procurando roubar-lhes as riquezas a propriedade privada ou impondo-lhes a indignidade as mulheres so obrigadas a entregarem-se aos senhores da camarata que detm o poder, o revlver, por um lado, e a sabedoria, o cego de nascena que sabe como ningum conviver com a desgraa da escurido, ou da luz branca.

    A parbola bvia, basta acompanhar com alguma ateno o percurso do livro ou o do lme: o homem tem de ser solidrio para sobreviver, e, se for caso disso, os lobos tm de ser abatidos para que os cordeiros se salvem. De uma crueldade invulgar, com cenas que psicologicamente roam o insuportvel, o lme de Fernando Meirelles que nos dera O Fiel Jardineiro e Cidade de Deus, entre outros assume-se como um exerccio de escrita coerente e compacto, sem grandes deslizes e uma progresso dramtica tensa e obsessiva.

    A parbola da cegueira mexe com os espectadores, tal como mexe com os leitores mas no cinema a cegueira mais visvel , pois continua a ser uma das ameaas mais temidas. Por isso livro e lme adquirem tamanho impacto e desespero. Depois, o signicado torna-se muito claro. Os propsitos do livro eram demasiado evidentes, os do lme so-no igualmente.

    No preciso pensar muito para se chegar onde os autores querem chegar. Neste aspecto, acho Jos Saramago um ptimo e fortssimo inventor de boas histrias com moralidades sociais mais ou menos evidentes. Depois, dependendo dos ttulos, a sua escrita tem pouco de subtil, no deixa grande lugar ao leitor, manipula-o deliberadamente com um maniquesmo bvio, esgrimindo lies compulsivas, que o tornam por vezes demasiado demaggico.

    Devo dizer que um autor que no perco, mas que nem sempre chego ao m. O lme. No ser uma obra-prima perfeita, longe disso, mas um lme que consegue marcar os espectadores de forma indelvel. Os monlogos do velho negro so escusados, mas as personagens so muito bem trabalhadas, os actores bons, Julianne Moore brilhante co a aguardar pelas nomeaes para a ver includa na lista e bem capaz de haver mais umas quantas surpresas, argumento adaptado, por exemplo.

    H cenas magncas, a violao colectiva, a mulher morta a ser lavada, a insurreio da camarata 1, a cena de amor entre o mdico e a mulher dos culos escuros, logo a cena inicial do primeiro anncio de cegueira, que nos introduz num ambiente de cortar faca, e algumas mais. A solidez de Meirelles a segurar a tenso num plano altssimo de assinalar. A fotograa colabora enormemente para este clima, no s de cegueira colectiva, como de morbidez e viscosidade contagiante.

    No que a direco artstica funciona bem, igualmente. As cenas de ruas, com os amontoados de carros e lixo, o cenrio desolador de porcaria acumulada nos corredores das camaratas, e no interior das mesmas, os supermercados esventrados, tudo contribui para restituir um ambiente de m de mundo convincente e brutal.

    Sweety manika dj canção baixar | cresunbed

    Normalmente a imagem mais demaggica que a palavra, porque mais evidente, porque mostra em vez de sugerir. Neste caso, porm, o cuidado de Fernando Meirelles e da sua equipa em manter o lme num nvel de grande plausibilidade consegue tornar uma aposta difcil e perigosa numa aposta ganha. Tentemos explicitar melhor por que gosto mais do lme do que do romance, por que acho o romance redundante e o lme no. Agarre-se no nal do romance. O mdico e a mulher esto na sua sala e falam. A mulher vai janela.

    L-se no livro: Porque foi que cegmos, No sei, talvez um dia se chegue a conhecer a razo, Queres que te diga o que penso, Sim, Penso que no cegmos, penso que estamos cegos, Cegos que vem, Cegos que vendo, no vem. Olhou para baixo, para a rua coberta de lixo, para as pessoas que gritavam e cantavam.

    Depois levantou a cabea para o cu e viu-o todo branco, Chegou a minha vez, pensou. O medo sbito f-la baixar os olhos. A cidade ainda ali estava. Este o nal do livro. Depois de pginas de uma parbola muito interessante, mas bvia, o autor ainda sentiu a necessidade de sublinhar: Penso que no cegmos, penso que estamos cegos, Cegos que vem, Cegos que vendo, no vem. Totalmente desnecessrio, intil, uma consso de desconana nas capacidades dos leitores: ser que todos perceberam, vamos l diz-lo outra vez.

    No lme, o mdico retoma a vista, outros se seguiro, a mulher do mdico chega janela, e olha uma paisagem de cores garridas a nica paisagem realista do lme, julgo que de So Paulo, com os jardins em primeiro plano e a paisagem urbana l ao fundo e arma qualquer coisa como Agora vou cegar eu!?.

    Mas a paisagem continua l. Admirvel, de cor, de vida. Este nal superiormente inteligente e abre para uma nova leitura da obra que nunca est contida no lme: imagine-se que o que o livro e o lme armam at aqui que nesta terra de supostos cegos, a nica que v, mas em sentido simblico, esta mulher isto , ela a nica que v, que sente os males do mundo e os procura ultrapassar, solidarizando-se, oferecendo-se para viver com os cegos, em constante iminncia de contgio, perdoando actos de indelidade, oferecendo o seu corpo violncia nas horas ms, pegando em armas contra a tirania, quando tudo se torna insuportvel, etc.

    Mas agora podemos ir mais longe: todo o lme o resultado da imaginao dela, tudo no passou de um pesadelo por isso a fotograa negra, irrealista, ao longo de todo o lme, at aqui. Ela chegou janela, olhou a cidade e a paisagem, e pensou na brutalidade do dia a dia, na competio feroz, na desumanidade, no aviltamento de uns pelos outros, e imaginou este mundo de injustias constantes levado a extremos, se as circunstncias o facilitassem, por exemplo, se todos fossem cegos.

    Por um momento que para ns espectadores dura duas horas, o tempo. L dentro est o marido, que ela pensou ser o primeiro atingido. Regressada realidade, olha a fabulosa paisagem que tem sua frente, e coloca a questo angustiosa, E se agora for eu? Questo que dela passa para os espectadores, sem demagogia, nem constrangimento. Com subtileza e inteligncia. Tanta ou to pouca que vejo muitos crticos a acusar o lme de fraquezas que no deslumbro, mas no vi nenhum ainda abrir a obra a leituras novas.

    Tudo pode ser ignorado, excepto a mala que Llewelyn Moss resolve tornar sua. Essa mala, porm, ir desencadear perseguies variadas, entre elas a de um serial killer que mata friamente, sem emoo. O humano transformado num autmato do Mal, num profeta da destruio, como o xerife da localidade sugere, quando arma: Dizem que os olhos so as janelas da alma. Eu c por mim no sei de que que os olhos so as janelas e se calhar at prero no saber. Mas h uma outra maneira de ver o mundo e outros olhos para o ver e por esse caminho que ns vamos.

    Eu prprio o trilhei e conduziu-me a um lugar na minha vida que nunca imaginei chegar a conhecer. Algures por a anda um profeta da destruio, um profeta genuno, de carne e osso, e eu no o quero enfrentar. Um profeta que, realmente, melhor no enfrentar. At porque todos os que o encaram no sobrevivem para contar. Pessoa no ser, pelas suposies que de pessoa fazemos. Autmato poderia ser, mas que mquina teria esse poder de matar sistematicamente tudo o que se lhe atravessa no caminho?

    Este Anton Chigurh que se passeia de mortfero pneumtico na mo e uma nica ideia na cabea: matar. Este tambm o retrato de uma Amrica de violncia traumatizante, desconhecida, perturbante, que atravessada primeiro pelas palavras secas e austeras de Cormac McCarthy neste romance, nervoso, agressivo, provocador, estimulante que nos recoloca na melhor tradio da literatura norte-americana. Hemingway, sim, pela aridez dos dilogos, pela poesia dos cenrios, Faulkner, sem dvida, pela descrio das paixes e das paisagens, mas tambm um pouco da violncia ingnua de uns Ratos e Homens, mas reciclada para novos continentes de um total desencanto.

    Depois h quem fale de escritores actuais, como Don Delillo, Philip Roth ou Thomas Pynchon, possvel, sobretudo no retrato de uma sociedade doente, dada num registo sincopado, que mostra as aparncias e deixa as chagas soterradas, espera que o leitor as descubra por si s.